Saúde das Crianças: Hábitos Alimentares Saudáveis

*por Márcia Melo

Durante toda vida a nutrição tem papel fundamental, mas na infância ela é essencial, pois as crianças estão em fase de crescimento, desenvolvimento, formação da personalidade e principalmente de seus hábitos alimentares. Hábitos esses que terão grande impacto da saúde na vida Adulta.

Hoje, infelizmente, temos observado uma grande mudança no padrão alimentar das famílias do mundo inteiro, a “comida de verdade” tem sido substituída por uma alimentação mais industrializada, ultra processada, rica em aditivos alimentares como corantes, edulcorantes, glutamato monossódico…, tudo  isso associado ao sedentarismo, a falta de uma atividade física regular.

Nos dias atuais as crianças já não brincam de pique pega, não brincam de bola na rua, não sobem em árvores, já não se expõem ao sol… Hoje ficam cada vez mais confinadas dentro de quatro paredes, com seus eletrônicos à mão, se alimentando cada vez  pior, adquirindo cada vez mais seletividades alimentares, principalmente aos ALIMENTOS NATURAIS, em detrimento de produtos alimentícios que são inseridos precocemente, que são altamente palatáveis que apenas alimentam e não nutrem, causando deficiências nutricionais severas, gerando um  malefício que vai além da saúde física e que traz comprometimento importante, também, na parte cognitiva e comportamental.

Qual a importância da oferta de uma alimentação saudável e balanceada na saúde da criança???

Simples, gerar saúde.  Os nutrientes são necessários para o corpo  crescer, desenvolver ossos, dentes, músculos e sangue, e manter-se saudável e em equilíbrio.

Imagina que todas as reações fisiológicas do nosso corpo precisam de nutrientes, e de onde eles vem? Do consumo de frutas, hortaliças (verduras e legumes), alimentos ricos em nutrientes (carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas, minerais, compostos bioativos, fibras).

E… quando pensamos em saúde cerebral, cerca de 60% dele é composto de gordura.

Quais tipos de gorduras temos dado ênfase nessa fase da vida ???

As crianças precisam de gorduras de boa de qualidade, que têm efeito de  neuroprotetores e anti-inflamatórios, que são o caso dos ômegas, e assim contribuir para desenvolvimento do sistema nervoso central.

Por conta de tantas demandas apresentadas  na infância, se faz necessário  a conscientização e incentivo de pais e/ou  cuidadores à oferta de alimentos nutritivos para as crianças, desenvolvendo assim hábitos saudáveis que possam levar para toda sua vida, prevenindo deficiências nutricionais e reduzindo assim risco de doenças crônicas como obesidade, diabetes, hipertensão entre outras, deixando de ser um grande problema para saúde pública e, principalmente, para a criança se tornar um adulto saudável.

* Márcia Melo, Nutricionista Clínica, CRN09100303. E-mail: [email protected]
Dica #EssenciadoVale: Lanchinho de Pão Integral + Patê de Tomate Seco + Rúcula

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked*

79 − 77 =