manteiga clarificada ghee é zero lactose

Manteiga Clarificada Ghee tem Lactose?

Outra dúvida constante de consumidores que entram em contato com nossa empresa é: Manteiga Clarificada Ghee é Zero Lactose?

A manteiga clarificada Ghee é produzida através de um processo lento de aquecimento da manteiga fresca. Os resíduos sólidos do leite são reduzidos e a água presente na manteiga é evaporada, por isso o termo clarificada. Devido a isso a Manteiga Ghee é ideal para uma culinária saudável. Ela não queima ao ser aquecida e é muito saborosa. Porém, alérgicos a alguma substância do leite não podem consumir Ghee. Intolerantes a lactose só podem consumir se autorizado pelo médico ou nutricionista responsável.

Atenção: Ghee PODE CONTER RESÍDUOS DE PROTEÍNA DO LEITE e não é seguro para alérgicos ao leite.

O processo de clarificação NÃO ELIMINA todos os resíduos das proteínas do leite. A Ghee é um produto lácteo e deve ser rotulado como tal: CONTÉM DERIVADOS DE LEITE. Por essa razão, não pode ser recomendado para ALÉRGICOS.

Manteiga Clarificada Ghee é Zero Lactose

Para se comprovar que a Manteiga Clarificada Ghee é “Zero Lactose” é necessário fazer a análise de Teor de Lactose pelo método Elisa, que tem um limite de detecção de 37mg/100g de produto. Pois as demais metodologias, o limite de detecção é de 200mg/100g de produto, portanto, superior ao que a Lei n° 13.305/2016 da Anvisa permite, que é de 100mg/100g. O processo de produção de Ghee na grande maioria das empresas é artesanal, pois é um processo caro e lento. Sendo a qualidade do produto final, avaliada de forma mais sensorial que analítica. Mesmo fazendo uma certa amostragem e os resultados estando dentro dos limites da legislação, existe o risco de algum lote sair fora do limite legal.

Ghee tem resíduo de proteínas de leite?

Para as proteínas, ainda é mais complexo, pois o processo de clarificação também não significa que não há proteínas do leite no produto. Os testes de teor de proteínas tradicionais também não tem acurácia para detectar traços, somente os específicos para alergênicos. “Sobre o grau de sensibilidade de pessoas alérgicas a tolerarem traços ou não, é um dado muito inconsistente, já que uma pessoa alérgica que tolera traços hoje, pode ter uma reação anafilática amanhã ao consumir algum produto com traços. Novamente, somente médicos e nutricionistas podem liberar o consumo de traços na dieta de uma pessoa alérgica e nunca outro profissional”, conforme relato da nutricionista Carla Maia. Isso protege a todos, não só os alérgicos, mas as empresas também.

O que diz a Legislação

Até a regulamentação da Lei n° 13.305/2016 da Anvisa, na verdade nenhum produto derivado de leite poderia estar como Zero Lactose. Segundo nossa consulta a Anvisa na Resposta Técnica n° 2016388907 em 12/2015: “Em atenção a sua solicitação, esclarecemos que existem empresas e associações/sindicatos de laticínios que, por via judicial, conseguiram via judicial o direito de usar alegações específicas para lactose em seus rótulos. A regulamentação da Lei n° 13.305/2016 pela Anvisa contribuirá para o fim dessas judicializações e para terminar com a assimetria de informações no mercado.” Porque a RDC n° 26/2015 que trata sobre os alergênicos não contempla as intolerâncias alimentares, como a intolerância à lactose.

Opinião Final

manteiga clarificada ghee é zero lactoseEu pessoalmente, como engenheira de alimentos e responsável técnica da Essência do Vale, fico receosa com essas alegações sobre lactose, por mais que comercialmente para as empresas sejam interessantes, porque, especificamente, no caso de derivados de leite é complexo, pois envolve a possibilidade de reações alérgicas e/ou gastrointestinais inesperadas, consequentemente, envolve a saúde do consumidor.

É uma situação totalmente diferente de teor de sódio, açúcares, calorias, etc…

Portanto, optamos por não declarar Zero Lactose na Manteiga Clarificada Ghee da Essência do Vale, pois preferimos sempre zelar pela saúde dos consumidores, mesmo que isso signifique perder vendas no ponto de venda devido à má interpretação do consumidor.

Algumas referências importantes sobre o tema, enviadas pela nutricionista Adriana Fernandes:

1. Orientações sobre gestão de alérgenos e informação do consumidor. Disponível em: https://www.food.gov.uk/sites/default/files/multimedia/pdfs/maycontainguide.pdf

2. Alergia ao leite de evasão lista escondido nomes para leite. Disponível em: http://www.kidswithfoodallergies.org/media/Milk-Allergy-Avoidance-List-Hidden-Names.pdf

3. Intolerância ou alergia? Disponível em: http://www.alergiaaoleitedevaca.com.br/intolerancia-ou-alergia

4. Ghee tem leite, oras. Disponível em: https://www.facebook.com/heloize.milano/posts/1151711534895592?pnref=story

5. Alergia Alimentar: Guia de Treinamento para a Faculdade e Universidade Food Service. Disponível em: https://www.foodallergy.org/education-awareness/community-resources/about-the-fare-college-food-allergy-program

6. Guia para o diagnóstico, tratamento e prevenção de condições de a a z – alergia ao leite de dieta. Disponível em: http://www.hopkinsmedicine.org/healthlibrary/conditions/allergy_and_asthma/milk_allergy_diet_85,P00023

7. Alimentos e nutrição. Leite – um dos dez prioridade alérgenos alimentares. Disponível em: https://foodallergiesetc.wordpress.com/2012/12/30/allergen-milk-alert/

Tipos de Açúcar: Como Equilibrar o Consumo no Dia a Dia

Tipos de Açúcar: Como Equilibrar o Consumo no Dia a Dia

Tipos de Açúcar…Agora é a Vez do Açúcar!

Continuando a Série “Primeiras Trocas”

por Tathy Araújo*

O brasileiro consome, em média, 55 quilos de açúcar por ano, enquanto a média mundial por habitante corresponde a 21 quilos por ano. A quantidade é mais do que o triplo da recomendada pela Organização Mundial de Saúde, que é de 15 quilos ao ano.

Um estudo de revisão, publicado no periódico científico Open Heart no final de 2014, indica que os alimentos industrializados enriquecidos com açúcar precisam sair da mesa das pessoas, especialmente os que contêm xarope de milho, substância adoçante comumente encontrada em sucos industrializados e refrigerantes. De acordo com os pesquisadores, a ingestão diária de mais de 74 g de frutose — um dos tipos de açúcares — está associada a um risco 30% maior de aumento da pressão arterial, altos índices de insulina e de colesterol. A ingestão excessiva de açúcar também está relacionada ao envelhecimento precoce; ao surgimento de diversas doenças crônicas e degenerativas, como diabetes, obesidade, esclerose e Alzheimer; e ao desenvolvimento das células de muitos tipos de câncer (de mama, ovário, próstata, reto, pâncreas, pulmão, vesícula, estômago, entre outros), que dependem de insulina para crescer e se multiplicar.

 Tipos de Açúcares

Tipos de Açúcar: Como Equilibrar o Consumo no Dia a DiaNo processo de obtenção do açúcar, o caldo de cana é engrossado, forma o melado e depois passa por diversas etapas de cristalização. No início, o que se obtém é o açúcar mascavo, que, sem refinamentos, mantém vitaminas e minerais (cálcio, ferro e fósforo). E, após várias etapas de cristalizações e de purificações, obtém-se o açúcar cristal. O refinado é igual ao cristal, só que finamente triturado e branqueado.  Aditivos são utilizados para evitar o endurecimento em forma de blocos, recebe gás sulfídrico e outros químicos para ficar branco. Nesse processo, o açúcar perde suas propriedades nutricionais. O açúcar demerara é também obtido da cana sem uso de aditivos ou qualquer processo químico, contendo propriedades nutricionais. Mas, açúcar é açúcar, deve ser consumido com moderação e sob orientação médica.

O que dizer do mel de abelhas¹ – Além de adoçar, tem propriedades antibióticas, é fonte de flavonóides, proteínas, ácidos, vitaminas e enzimas, tem ação imunológica, analgésica, antibacteriana, anti-inflamatória. Também deve ter consumo equilibrado e sob orientação nutricional/médica.

¹O mel, quando aquecido, perde muito das suas propriedades e benefícios. Antes de comprar, leia informações na embalagem, evite os aquecidos acima de 40 graus. Dica: Mel puro e cru, cristaliza. Para dissolvê-lo, coloque o recipiente em banho-maria.

O açúcar de coco é obtido a partir das seivas das flores do coqueiro, é fonte de zinco, potássio, magnésio, ferro, vitaminas do complexo B e possui baixo índice glicêmico².

Outros “Adoçantes do Bem” podem ser as frutas como Tâmaras, Banana, etc.

² O índice glicêmico diminui a velocidade de absorção da glicose no sangue, por isso diabéticos precisam buscar alimentos que tenham esse índice baixo. Recomenda-se o consumo equilibrado e sob orientação médica.

BOLO DE CACAU FUNCIONAL

250g Biomassa de Banana Verde
5 ovos orgânicos
5 colheres de sopa de açúcar demerara pulverizado*
5 colheres de sopa de cacau em pó orgânico
2 colheres de sopa de fermento para bolo (ou caseiro**)

Bata os ovos, o açúcar e a biomassa de banana verde no liquidificador. Acrescente o cacau e bata por mais 2 minutos. Agregue fermento e mexa com espátula. Em forma untada, leve ao forno pré-aquecido a 180°C por 25 min.

Para variar e enriquecer de nutrientes inclua castanhas, amêndoas, frutas secas, banana.

*Para pulverizar o açúcar, basta processar no liquidificador até ficar fininho.

** Fermento Caseiro: Bicarbonato de Sódio e Cremor Tártaro. Para cada medida de bicarbonato, misture 2 medidas de cremor. Misture bem e armazene em potinhos de vidro. O cremor tártaro é um pó branco, proveniente da produção de vinhos.

Água com Limão Emagrece?

por Jucicleide Silva*

Essa pergunta é tipica no consultório, algumas pessoas já tem esse hábito de tomar água com limão em jejum todos os dias e acredita que emagrece. E você acredita que emagrece? A filosofia da água com limão em jejum não é comprovada por nenhum estudo, por tanto é mito!!! Mas realmente esse hábito traz muitas coisas boas para nosso corpo.
Então Nutri não emagrece, mas ajuda a diminuir a gordura dos alimentos? Seria tão bom né? Só jogar limão e tava resolvido!! rsrsrs
Alguns pesquisadores acreditam que ao ingerir essa combinação pela manhã, o corpo estimula a produção de suco gástrico e auxilia na digestão dos próximos alimentos. Alguns ainda associam a benefícios antioxidantes, pelo limão ser rico em vitamina C, mas não há nenhum relato que comprove o emagrecimento.

Outra questão é que a temperatura da água gelada é em torno de 4º C; a do corpo humano é cerca de 36º C. Então, quando você ingere o líquido gelado o corpo trabalha para aquecê-lo. O organismo precisa se esforçar para manter o corpo na temperatura adequada até que a água gelada seja absorvida. No caso da água com limão, ela funciona como um alimento termogênico, que aumenta o gasto de energia para ser absorvida. Esse processo, chamado de termogênese, gera aumento de consumo de energia, ajudando assim a promover a queima calórica.

Calma, agora não vamos tomar litros e litros de água rsrsrs. Até porque a queima calórica é pequena: meio litro de água gelada consome 17 calorias.

Agora se você já tem esse hábito ou quer começar, confira alguns benefícios:
– Facilita a digestão
– Anti envelhecimento
– Hidrata o sistema linfático
– Equilibra o pH do corpo
– Fortalece o sistema imunológico
– Tem efeito diurético – Reduz processos inflamatórios
– Melhora o humor (adoro esse rsrsrs #feliz)
Viu aí, não emagrece, mas tem tantos benefícios para a saúde que vale a pena!

*Jucicleide Silva é nutricionista há 6 anos, CRN 36409, com formação em Coaching Nutricional e proprietária da empresa Liberdade Nutricional. Apaixonada em trabalhar com pessoas que decidiram mudar suas vidas em busca de uma alimentação mais saudável e sem neuras. Trabalha para ajudar mulheres a recuperar sua autoestima, a voltarem a se olhar no espelho, acreditarem na sua melhor versão e poderem curtir a vida com sua família. Acredita que é possível ser saudável sem neuras nutricionais, podendo até mesmo sair no fim de semana com o maridão.
Contato: (11)96216-0139